Navigation Menu

POLÊMICA: Porque Beyoncé em vez de Ledisi cantou com Common & John Legend no Grammy?


Enquanto o mundo rendia-se  à linda performance de  Beyoncé  para o hino gospel que marcou o Movimento dos Direitos Civis nos Estados Unidos, “Precious Lord, Take My Hand”,  nem todos ficaram felizes com  o grande momento dedicado ao filme "Selma" durante o Grammy Awards deste domingo.

O motivo que deixou as pessoas coçando a cabeça é o fato de que Ledisi que interpreta a canção no filme e que estava na platéia, não foi convidada para desempenhar a canção de Mahalia Jackson ao vivo na premiação com John Legend e Common.

Em uma breve cena do filme, Ledisi canta a música através do telefone  para o Dr. Martin Luther King (interpretado por  David Oyelowo). Então, por que foi Beyoncé  que teve que cantar a música no Grammy, em vez de Ledisi?


Enquanto alguns colocaram a culpa em Bey por supostamente roubar o brilho do Ledisi, outros colocaram a culpa no Grammy por querer agradar a um público maior, usando  o status de ícone pop da cantora de R&B.

Ledisi, John Legend responderam à controvérsia e explicaram por que Beyoncé apresentou a canção na premiação.

De acordo com o ET , Legend disse que a ideia foi de Beyoncé cantar“Precious Lord, Take My Hand” para  introduzir a performance da música indicada ao Oscar “Glory”  trilha do filme dirigido por Ava Duvernay.

"Nós fomos realmente abordados por Beyoncé. Ela queria fazer uma introdução para a nossa performance e nos apresentar ", disse Legend ao ET ​​. "Realmente você  não dirá não a Beyoncé se ela pergunta se pode se apresentar com você."

Quando o repórter do ET,  Kevin Frazier,  conversou com Ledisi no tapete vermelho para perguntar por que ela não estava cantando a música ela admitiu que "não tinha idéia" porque Bey estava se apresentando e não ela.

“Eu não tenho a menor idéia[De por que eu não estou cantando.] O que vou dizer, e que eu estou animado porque eu tive o prazer de cantar para uma figura icónica em Selma, e a canção, “Take My Hand, Precious Lord”. tem sido eterenizada - começando com a rainha Mahalia [Jackson], a rainha do soul Aretha Franklin , então, eu fui capaz de retratar [no filme] e cantar a minha versão da música, e agora temos Beyoncé.  Agora a geração dela vai conhecer a música, então eu sou uma parte da história. Eu prefiro olhar como  algo bom, em vez de olhar para isso como  algo negativo. Para mim é uma grande honra fazer parte de uma grande canção de Thomas Dorsey.”


Ambas, Beyoncé e Ledisi,  foram nomeados para Melhor Performance de R& B por “Drunk in Love” e “Like This,”, respectivamente. Beyoncé ganhou o prêmio.

Em entrevista ao Yahoo, John Legend  não revelou se Ledisi vai se juntar a eles na cerimônia do Oscar, daqui a duas semanas, mas ele fez a promessa de que as duas performances não seria o mesmo.

"Nós não estamos mudando a essência da música, mas nós queremos  que cada performance entre o Oscar e o Grammy  tenha o seu próprio sabor e da sua própria apresentação," disse ele.

Enquanto a maioria do público de Beyoncé deve estar se perguntando quem é Ledisi?, é bom que eles saibam que embora ela não tenha alcançado a fama da diva Pop, ela é uma das cantoras mais aclamadas pelos críticos e tem uma legião de fãs dentro e fora dos Estados Unidos.

De qualquer maneira, a música é linda e tem sido interpretada por alguns dos melhores músicos ao longo dos anos. Bey fez uma linda performance e  definitivamente Ledisi  aceitou a provação graciosamente e como ela revelou ao Associated Press antes do show.

“Temos que apoiar um ao outro. É uma grande coisa. E um dia eu vou estar no palco do Grammy. Todo artista quer cantar naquele palco. Isso faz parte da nossa carreira querer estar lá. Então, a minha hora vai chegar quando for a hora.” 


Confira a apresentação de  Queen Bey abaixo:

0 comentários:

Follow @ RollingSoulBrasil