Navigation Menu

HOMENAGEM: 12 Anos Sem Lisa "Left Eye" Lopes

Há 12 anos atrás o mundo perdia uma das mulheres mais importantes da história do Hip-Hop, Lisa "Left Eye" Lopes. E a Rolling Soul não poderia deixar de, mais uma vez, lembrar dessa data.


Raina, Lisa e Ronald
No dia 25 de Abril de 2002 o mundo da música, ainda muito abalado com a morte da cantora Aaliyah (25 de Agosto de 2001), foi pego de surpresa com a notícia da morte prematura de mais um grande ídolo, a rapper e multitalentosa Lisa Nicole Lopes, ou Left Eye, a porção "Crazy" da trindade "CrazySexyCool" que compunha o trio feminino mais bem sucedido da história, o TLC.

Filha da bela costureira Wanda e de Ronald Lopes, um severo sargento do exército, alcoólatra e extremamente exigente e muitas vezes opressivo/abusivo com seus filhos. Lisa teve uma infância um tanto quanto conturbada ao lado de seus dois irmãos mais novos, Ronald e Raina. Seu pai também era músico, e disciplinava de maneira rígida a pequena Lisa, que desde cedo demonstrava seu talento e interesse pela música, para torná-la uma grande estrela. 

Na busca de seus sonhos, Lisa saiu de casa aos 18 anos de idade com apenas 100 dólares, um teclado e muitos sonhos no bolso. A pequena menina da Filadélfia foi para Atlanta, capital da Georgia, tentar a sorte como artista de rua. Lá ela fez contato com outros nomes que no decorrer dos anos 90 se tornaram verdadeiros ícones musicais. Como foi o caso do Jermaine Dupri, hoje rapper/produtor e dono da SoSO Def, uma das maiores gravadoras de Black Music do planeta. Dupri deu teto e comida à Lisa, que passou a viver em seu guarda roupa (isso mesmo que você leu, GUARDA ROUPA), tudo isso sem a mãe do J.D saber.

 
Ainda em Atlanta, Lisa conheceu também a Tionne Watkins, ou apenas T-Boz, e a Crystal, juntas formaram o grupo Second Nature. Mais tarde Crystal foi substituída pela Rozonda Thomas, a Chilli, e o
2nd Nature (ainda com Crystal)                             TLC                 
grupo estourou mundo a fora como TLC. Juntando o velho formato de bandas vocais feminas dos anos 60 com o som rebelde que infestava as ruas de Atlanta, o Rap. Assim, o TLC colocou no mapa a gravadora do Antonio L.A Reid, quebrando todos os recordes possíveis e se tornando a segunda banda feminina mais vendida da história. Infelizmente o pai de Lisa não viveu para ver a estrela que ele criou, no dia que Left Eye assinou contrato com a LaFace Records seu pai morreu baleado.

Lisa também teve sucesso como artista solo, tendo contribuído muito no trabalho de outros artistas, como Will Smith, Melanie C, N Sync, Donell Jones, Toni Braxton e muitos outros. Além de suas atividades como rapper em trabalhos de outros, Lisa também era uma exímia desenhista, e multi instrumentista. Com tanto talento ela resolveu apostar em outros talentos e passou a produzir e lançar outros artistas, como foi o caso do grupo Blaque e Egypt.

Lisa, como N.I.N.A, e os caras da Death Row 

Sempre metida em muitas polêmicas, Lisa buscava refúgio e equilíbrio espiritual em Honduras, infelizmente em 2002, quando filmava um documentário e descansava em Honduras com amigos e parentes, Lisa sofreu um acidente de carro. De todos os passageiros da van que Left Eye dirigia, só ela foi vítima fatal. Nessa ocasião o TLC estava produzindo seu 4º álbum, o "3D" (nome escolhido por Lisa), que foi lançado no final do mesmo ano. A rapper também havia assinado contrato com a Death Row, e iria lançar seu segundo disco solo, desta vez assinando como N.I.N.A (New Identity Not Applicable), infelizmente os planos não se concretizaram.
Left Eye deixou um belíssimo legado, seja nas mensagens de sua música, sempre muito inteligentes e espirituosas, seja em seus trabalhos sociais (a Fundação Lisa Lopes é até hoje mantida pela família e os fãs) ou no simples exemplo de sua extraordinária personalidade. 



No player abaixo você pode conferir uma playlist com as duas últimas aparições de Lisa ao lado de T-Boz e Chilli, e a homenagem que o TLC recebeu no VMA. 
O 1º vídeo mostra Lisa com T-Boz e Chilli desejando aos fãs boas festas de final de ano em 2001, e a última campanha publicitária de Left Eye, que foi para a GAP. O segundo vídeo traz a última performance do TLC com participação da Lisa Lopes, a apresentação aconteceu na comemoração do aniversário da MTV Americana, e durante o Rap de "Waterfalls" Lisa utilizou a base de "Hot", faixa que seria o segundo single do "SUPERNOVA", seu 1º álbum solo. O terceiro e último vídeo da playlist é a homenagem que Lisa/TLC recebeu no VMA:
  


DESCANSE EM PAZ LISA "LEFT EYE" LOPES!
#RIPLeftEye



0 comentários:

Follow @ RollingSoulBrasil