Navigation Menu

Def Jam Recordings descarta lançamento a lá Beyoncé e Mariah Carey fala à Billboard sobre sua jornada para gravar o novo álbum


Em sua nova entrevista para a revista Billboard, que chegou ás bancas nesta segunda-feira, Mariah Carey que enfeita a capa da edição de maio, falou sobre a longa espera para o lançamento de seu tão aguardado 14º álbum, carreira e projetos.

Mariah não revelou todos os segredos por trás  do lançamento do sucessor de “Memoirs Of An Imperfect Angel”, de 2009  mas garantiu que faz questão de ser ela a dar todas as  notícias sobre o LP que estava previsto para chegar às lojas em 6 de maios.“Eu preciso ser a pessoa que irá anunciar isso, especialmente o título”, disse Carey que revelou que o nome do álbum vem de uma “posse pessoal minha que é parte de algo que eu tive durante toda a minha vida”.

Mimi também falou sobre o desejo de ter seu próprio reality show que "está saindo do papel" onde atuará na direção, o fracasso nas vendas de seus últimos singles, e os desafios para gravar o álbum cuja produção começou em 2012 e teve vários adiamentos.

“Eu deixei claro que não estava pronto, e é assim que eu sou. Não há nada que eu possa fazer porque, no passado, eu tive de deixar as coisas que me incomodavam ou de pontuar algumas coisas para outras pessoas. Vocês devem achar que eu estou muitíssimo preocupada com a situação dos singles, e eu estou de certa forma, mas eu quero que os fãs ouçam este álbum particularmente como um todo, um trabalho completo”, ela diz. “Essa é a minha vida desde a última vez que eu lancei algo. Visualize reticências, e então este será o álbum”.

O álbum que também marcará seus 25 anos de carreira, de acordo com ela terá muitas baladas, 3 Uptempos e canções introspectivas.  “É tão bom ouvir pessoas dizendo que cresceram comigo como trilha sonora de suas vidas, sendo que eu também estava fazendo isso, então esta era a trilha sonora da minha vida também”, disse ela sobre mostrar em suas  músicas quem ela é por trás da fama.

Mimi também contou que juntou um time de feras para a produção do álbum,  e que depois de ouvir seu próprio legado, decidiu  recrutar  os produtores do momento Hit-Boy (Kanye West e Jay-Z) e Mike Will Made It (Rihanna, Beyoncé), para juntar-se à Jermaine Dupri, (hoje seu empresário) e Darkchild, “Houve algumas partes do álbum em que eu precisei ser reanimada. Eu precisei de algo animador”, disse ela.

Os singles “#Beautiful”, “The Art Of Letting Go” e “You’re Mine” estarão no LP que  que terá participações especiais de Wale, Nas e Trey Songz;  arranjos de  Larry Gold e da Love Unlimited Orchestra , e que chegará às lojas digitais no final de maio ,e  uma semana depois nas prateleiras. 

Consciente de que o mercado mudou, ela declarou:  “Eu não seria capaz de reviver o esplendor de certos momentos de maneira alguma ”, mas vem aí uma a Mariah que todos os fãs conhecem. Com o poder de trazer canções que certamente será um grande frescor para quem sente os ouvidos queimando com tanto lixo sonoro que a indústria tem nos forçado a aceitar nos últimos anos.

E se você também pensava que ela faria um lançamento surpresa como Beyoncé, depois da Billboard declarar  que  ela revelaria de uma vez só:  o título do projeto, a tracklist, capa e as músicas, em uma loja digital ainda não revelada, enganou-se!

Laura Swanson , vice-presidente de mídia da gravadora, afirmou após a veiculação da revista, que o álbum será, lançado no "final de maio" e  precedido por uma estratégia tradicional com lançamento digital e físico simultâneos. “Mariah irá anunciar a data e o título antes do dia de lançamento”, ela disse à Billboard, observando que a capa e a tracklist confirmada estarão incluídas. (saiba mais aqui)

Leia a entrevista completa de Mariah Carey na Billboard.com.

0 comentários:

Follow @ RollingSoulBrasil